ERM

por Teresa Santos

ESTREIA ABSOLUTA

18 NOV 2016 • 23h00

Cine-Teatro Garrett • Sala de Ensaios
Dança • ≈ 30 min • M/12 • 7,00 €

Sinopse

“Erm”. Um olhar ao desastre humano e um corpo que se expande em busca de equilíbrio.

“E no entanto, na humildade do desastre, uma flor nova irrompe — nova. Como a primeira flor ao vento sobre a face da Terra. Porque nós estamos vivos e toda a grandeza assim se nos mantém. Estamos vivos, sabemo-lo. O facho de luz que de nós se projecta, a nós regressa e ilumina — ilumina o que não desejamos destruir.”
— Vergílio Ferreira

“I told woman we should sing. And they said ‘You are crazy, we are at war’. And I said that is exactly why we should sing.”
— Raja Banout

“Nothing but death and asphalt for miles.”
— Naomi Klein

“Tocando aquela terra, pensei: ela também está em mim. Nós dois somos parte do mesmo planeta. Vivemos a mesma história.”
— Sebastião Salgado

Ficha Técnica e Artística

Criação e Interpretação Teresa Santos
Olhar Externo Dídac Gilabert
Música Original Jordina Millà
Desenho de Luz Dídac Gilabert e Teresa Santos
Co-produção matéria e Ventos e Tempestades
Apoio vintiset.net
© Foto vintiset.net

Biografia

Teresa Santos (1985) é natural de Vila do Conde. Aos 5 anos inicia a sua formação em dança clássica. Em 2007 conclui a Licenciatura em Dança – Ramo de Educação, pela Escola Superior de Dança de Lisboa. É, desde então, formadora nas áreas de dança criativa e dança contemporânea em diferentes espaços e contextos educativos. Cofundadora da Ventos e Tempestades, participa no seus projetos como criadora, intérprete, formadora e programadora. Em 2013 cria o seu primeiro solo “uma forma quase cilíndrica” com a assistência de direção de Dídac Gilabert e produção da Companhia Ao Vento / Ventos e Tempestades. Colabora com vários artistas e estruturas em projetos de dança, circo e performance, destacando: “Dame du Cirque” de troposfera.xyz (em criação), “MESA” de Ana Renata Polónia (2014), “You Who Will In No Other Way” de Circumstance (2013), “Solitudes” de Jean Daniel Fricker (2013), “la femme inconnue” de Jean Daniel Fricker (2012), “Limites” da Companhia Ao Vento (2012), “30por1linha” e “O Homem que só pensava em números” de Pedro Carvalho / Companhia Instável (2011), “entre todas as coisas” de Teresa Prima (2010) e “Oxygen” de Ismael Ivo (2010). É cofundadora e fotógrafa de cena de vintiset.net.