Festival Internacional de Solos

Diabolo

Cine-Teatro Garrett, Sala Principal

Sinopse

Guillaume Karpowicz tem levado o diábolo a novos horizontes, afastando-se da tradição do diábolo circular. Numa busca por necessidade, a linguagem que desenvolve baseia-se na remoção em lugar da adição. Escolhe saltos e linhas como o núcleo do seu repertório que é animado por uma forte influência rítmica. Recentemente, desenvolve um interesse especial por novos objectos relacionados com o diábolo.


Biografia

Nasce em França, onde há 14 anos começa a praticar diábolo. Forma-se na DOCH, Universidade de Dança e Circo de Estocolmo, em 2016. Recebe o prémio especial do júri do 38o Festival Mondial du Cirque de Demain em 2017. Desde então, inicia uma digressão por todo o mundo com a sua performance de curta duração. Paralelamente, trabalha num formato mais longo em colaboração com o músico dinamarquês Thomas Knak.

Ficha técnica e artística

Criação Guillaume Karpowicz

Duração ≈ 25 minutos ● M/6

© Foto Kolja Huneck

+ Programação desta edição